segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

MALANDRAGEM DÁ UM TEMPO

Bezerra da Silva, foi precursor do Gangstarap norte-americano, mas nem os rappers sabem disso. Acontece que Bezerra da Silva notabilizou-se por sua postura Sambandido, com discos como "Malandro rife", "É esse aí que é o homem", "Produto do morro" e "Alô malandragem, maloca o flagrante".

Bezerra da Silva nasceu em Pernambuco, em 1927, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde trabalhou em construção civil, e chegou até a morar na rua como mendigo, durante sete anos.

Bezerra gravou seus primeiros discos cantando côco, e não obteve sucesso. Seus próximos discos já foram no estilo que o consagrou, a série "Partido alto nota 10". Bezerra da Silva morreu em 2005, aos 78 anos de idade.

Os discos que são apresentados nessa publicação, foram os primeiros da carreira do Bezerra da Silva.

1975 O Rei do Côco

1. O rei do côco
2. Língua grega
3. Valente na boca do boi
4. Côco de Itambé
5. Mapa cuia
6. Côco do tato
7. A coisa mudou
8. Côco do B
9. O catimbozeiro
10. Vai chover hoje urubu?
11. Lei de Bahia
12. Rima de Ode

Baixe aqui pelo Eu Ovo

1976 O Rei do Côco Vol. 2

1. Se não souber dizer
2. Assim sim
3. Carne de pescoço
4. Pour la madame
5. Não sou valente
6. O rei do côco
7. Vamo simbora neném
8. Cara de boi
9. Mãe é sempre mãe
10. Segura a viola (Zé Pilintra)
11. Côco do trocadilho
12. Bruta inveja

Baixe aqui pelo Eu Ovo

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

ZIRIGUIDUM DO MUSSUM

Antonio Carlos Bernardes Gomes ficou mais conhecido como Mussum nos Trapalhões, juntamente com Didi, Dedé e Zacarias.

Ele nasceu no Rio de Janeiro em 1941, e pertenceu às forças armadas na mesma época em que fazia parte da Caravana Cultural de Música Brasileira de Carlos Machado.

Fez parte do grupo musical Os Originais do Samba, com o qual viajou o mundo. Nessa época ele era conhecido como Mumú da Mangueira.

Sua participação dos Trapalhões veio a convite do amigo Manfried Santana, o Dedé, que o convenceu a participar do grupo, do qual já fazia parte Renato Aragão, o Didi, Wanderley Cardoso, Ted Boy Marinho e Ivon Cury. Mussum entrou para o grupo após a saída de Cardoso, Marinho e Cury e a mudança de rede de televisão. Após um longa-metragem, Os Trapalhões no Planalto dos Macacos, o grupo recebeu o auxílio de outro humorista, Mauro Faccio Gonçalves, O Zacarias, e ficou eternizado como o quarteto humorístico mais famoso do Brasil, em 30 anos de exibição.

Mussum faleceu em 1994, após não resistir a um transplante de coração. Após sua morte Os Trapalhões acabaram, pois o Zacarias havia falecido em 1990 de embolia pulmonar, e o programa na televisão se resumia a reprises.

1978 Água Benta

1. Chiclete de hortelã
2. Água benta (com Beth Carvalho)
3. Alô Judite
4. Artigo esgotado
5. Cada vida um destino
6. É ouro só
7. Foi melhor assim
8. Malandro quilomba
9. Nego Juca
10. Rio antigo (com Chico Anysio)
11. Tem que ser hoje
12. Vai se arrepender

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007

BLOGUI DE NOVO

O blogui esta com todos links renovados. Desde as raridades dos Mutantes, Zéu Brito, Bambas & Biritas, compactos João Gilberto, Sérgio Sampaio, Black Sabbath, Elomar e todas outras postagens do blogui que haviam perdido o link.

Quem quiser um os links, vejam no arquivo. Como forma muitas repostagens, resolvi apenas mencionar sem expor os links novamentes. O blogui foi praticamente repostado em todas publicações. Aqui vai também um apelo aos blogueiros e uploadeiros de plantão: Deixem de usar o rapidshare e similares. O 4shared é o melhor que há. Pode aceitar apenas arquivos de 50mb no máximo, mas ele também aceita dois downloads simultâneos, e também aceita um download na sequência do outro (sem esperar 60 minutos como rapidshare). O 4shared pode ter um limite de 1.024mb para o usuário cadastrado, mas não há nada que impeça o mesmo usuário de efetuar vários cadastros.

Para finalizar, aproveito para deixar um brinde aos que ficaram sem poderem downlodear, por causa de links expirados e inativos. Numa das postagens do blogui, o disco que mostrava a guitarra de Eric Clapton, reunida com a voz e teclado de Steve Winwood, a bateria de Ginger Baker e o baixo de Rick Grech. A superbanda de um só disco, Blind Faith. O brinde aos 'ovintes', é o mesmo disco já postado anteriormente, mas em edição de luxo (Deluxe Edition). Enquanto o disco original tem 6 canções, a edição especial trouxe 5 faixas bônus e um disco extra com mais 4 faixas.

1969 BLIND FAITH

1. Had To Cry Today
2. Can't Find My Way Home
3. Well All Right
4. Presence Of The Lord
5. Sea Of Joy
6. Do What You Like
7. Sleeping In The Ground
8. Can't Find My Way Home (Electric Version)
9. Acoustic Jam
10. Time Winds
11. Sleeping In The Ground (Slow Blues Version)
http://www.4shared.com/file/28082702/51083f8c/1969_Blind_Faith.html

Bonus Disc (Deluxe Edition)

1. Very Long & Good Jam
2. Slow Jam #1
3. Change Of Address Jam
4. Slow Jam #2
http://www.4shared.com/file/28078698/8c307059/1969_Blind_Faith_Bonus_Disc.html

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

GOIABADA DE MARMELO

Monteiro Lobato criou um universo infantil riquíssimo, que misturou com sucesso um imaginário popular brasileiro com mitologia grega, lições de aritmética, e noções de história.

Pedrinho é o neto de Dona Benta, e um menino muito corajoso. Narizinho é prima de Pedrinho, e mora com a avó no Sítio do Pica-Pau Amarelo. Emília é uma boneca de pano feita pela Tia Anastácia, que não falava nada até engolir uma pílula falante, passando a falar como uma matraca. Visconde de Sabugosa foi feito pelo Pedrinho com um sabugo de milho e é um verdadeiro sábio. Dona Benta é a dona do Sítio do Pica-pau Amarelo, e mora com a Tia Anastácia, que é a melhor quituteira deste mundo. O príncipe Escamado vive no Reino das Águas Claras, ficou noivo da Narizinho e levou toda a turma para conhecer seu reino. O Rabicó casou-se com a Emília, porque ela queria virar Condessa e o porquinho tinha o título de Marques de Rabicó. Quimdim é um rinoceronte enorme que fugiu do circo e foi parar no Sítio. O Saci é um perneta muito safado que adora pregar peças nos outros e assustar os animais no pasto. Pedrinho conseguiu caçar o Saci, como ensinou o Tio Barnabé, um velho caboclo das vizinhanças. A Cuca é uma horrenda bruxa que mora numa caverna escura, tem cara de jacaré e garras nos dedos como os gaviões.

A primeira adaptação para televisão foi pela TV Tupi na década de 50. A TV Cultura e a Rede Bandeirantes também produziram suas adaptações na década de 60. Mas foi a adaptação da Rede Globo que fez sucesso e entrou para o imaginário de várias gerações. Atualmente a mesma Globo produz novas temporadas do Sitio do Pica-Pau Amarelo. Seguem os links das trilhas sonoras da série. A primeira corresponde ao áudio do episódio exibido na TV Tupi. A segunda é a trilha sonora da primeira temporada da série nos anos 70, quando as músicas intercalavam com diálogos dos personagens. O terceiro disco tem as músicas da segundo temporada dos anos 70. Os outros discos correspondem à fase atual do Sítio do Pica-Pau Amarelo. A temporada de 2006, ao invés de contar com vários artistas interpretando os temas dos personagens, trouxe uma trilha incidental composta por Tim Rescala e as canções interpretadas pelos próprios personagens, salvo pelo tema de abertura em nova versão de Gilberto Gil.


1952 Sítio do Pica-Pau Amarelo

1. A pílula falante
2. O casamento da Emília




http://www.mediafire.com/?4mb9yn1y2hd

1977 Sítio do Pica-Pau Amarelo

1. Sítio do Pica-Pau Amarelo – Gilberto Gil
2. Quindim – Dori Caymmi e Geraldo Cazé
3. Jabuty – Dori Caymmi e Geraldo Cazé
4. Rabicó – Dori Caymmi e Geraldo Cazé
5. Os piratas do Capitão Gancho – Dori Caymmi e Wilson Mota
6. Sítio do Pica-Pau Amarelo – Gilberto Gil (Intrumental)
7. A Cuca te pega – Dori Caymmi e Geraldo Cazé
8. Iara – Dori Caymmi
9. Ta quente ta frio – Dori Caymmi e Ghiaroni
10. Malazarte e Zé Carneiro – Canarinho e Brumatti
11. Sítio do Pica-Pau Amarelo – Gilberto Gil (Reprise)

http://www.4shared.com/file/29231124/ab0c9/1977_Stio_do_Pica-Pau_Amarelo.html

1978 Sítio do Pica-Pau Amarelo

1. Narizinho – Lucinha Lins
2. Ploquet pluft nhoque (Jaboticaba) – Papo de anjo
3. Peixe – Doces bárbaros
4. Saci – Papo de anjo
5. Visconde de Sabugosa – João Bosco
6. Dona Benta – Zé Luis
7. Sítio do Pica-Pau Amarelo – Gilberto Gil
8. Pedrinho – Aquarius
9. Arraial dos tucanos – Ronaldo Malta
10. Tia Anastácia – Dorival Caymmi
11. Passaredo – MPB-4
12. Emília – Sérgio Ricardo
13. Tio Barnabé – Marlui Miranda e Jards Macalé

http://www.mediafire.com/?azmjv2vj29y

2001 Sítio do Pica-Pau Amarelo

1. Sítio do Pica-Pau Amarelo – Gilberto Gil
2. Narizinho – Ivete Sangalo
3. Quimdim – Cidade Negra
4. A Cuca te pega – Cássia Eller
5. Ploquet pluft nhoque (Jaboticaba) – Pato Fu
6. Pedrinho – Jota Quest
7. Pererê peralta – Carlinhos Brown
8. Rabicó – Paulo Ricardo
9. Tia Anastácia – Zéca Pagodinho
10. Tio Barnabé – Max Vianna
11. De sabugo a Visconde – Lenine
12. Li emi ali Emilia – Jorge Foques e Tony King Brown

http://www.mediafire.com/?brvouvy5xde

2005 Sítio do Pica-Pau Amarelo

1. Sítio do Pica-Pau Amarelo – Gilberto Gil
2. Emília – Pato Fu
3. Patty Pop – Wanessa Camargo
4. Zé Carijó – Flávio Venturini
5. A Fadinha Tambelina – Juliana Vasconcelos
6. Sem medo de assombração – Ney Matogrosso
7. Iara mãe d’água – Milton Nascimento
8. Dona Benta – Elder Costa
9. Nós dois – Jukabala
10. O terrível Pesadelo – Leandro Leo
11. Tristesa do Jeca – Zezé di Camargo e Luciano
12. Descobrindo o que é amor – Gustavo Pereira

http://www.4shared.com/file/7014118/4a4f6c0a/2005_Sitio_do_Pica-Pau_Amarelo.html

2006 Sítio do Pica-Pau Amarelo

1. Sítio do Pica-Pau Amarelo – Gilberto Gil
2. Bom dia – Dhu Moraes e Suely Franco
3. Pedrinho – Marcelo Vianna
4. Falas da Emília – Regina Lucatto
5. Canto da Iara – Doriana Mendes
6. Eu vi o Saci – Marcos Sacramento
7. Cuidado com a Cuca – Nina Pancevski
8. Caipora – Chiara Santoro
9. O vilão Valdo Serrão – Paulo Malagutti
10. Pro Sítio de trem – Coro
11. Tio Barnabé – Nina Pancevski
12. Pra Tia Anastácia cantar – Dhu Moraes
13. Amanhecer no Sítio (Instrumental)
14. Lá vai o trem (Instrumental)
15. Tema de Chico e Thirza (Instrumental)
16. No reino de Luterra (Instrumental)
17. Alegria no Sítio (Instrumental)
18. No reino de Lumar (Instrumental)
19. No Sítio do Pica-Pau (Instrumental)
20. Maldades de Valdo Serrão (Instrumental)
21. Tema Caipora (Instrumental)
22. Perigo rondando (Instrumental)
23. Sítio caipira (Instrumental)
24. Frilo e o ermitão (Instrumental)
25. Minueto (Instrumental)

http://www.4shared.com/file/7015128/d9de58ac/2006_Sitio_do_Pica-Pau_Amarelo.html

MAIS REPOSTAGENS

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

O QUE VAMOS FAZER HOJE A NOITE, PINK?

O mega-concerto de caridade organizado por Bob Geldof, ator principal do filme de AlanParker, "The Wall", Live 8, reuniu mais de três bilhões de pessoas em todo mundo. Bob Geldof já havia realizado o Live-Aid nos anos 80.

Os concertos do Live 8 ocorreram na Inglaterra, no Hyde Park em Londres; na França, no Palácio de Versailles em Paris; na Alemanha, na Siegessäule em Berlim; na Itália, no Circus Maximus em Roma; nos Estados Unidos, no Museu de Arte na Filadélfia; no Canadá, no Park Place em Barrie; no Japão, no Makuhari Messe em Tokyo, na África do Sul, no Mary Fitzgerald Square em Johannesburg e na Praça Vermelha de Moscou na Rússia.

Em Londres na Inglaterra, se apresentaram artistas como Elthon John, Paul McCartney, Sting, The Who, U2, Madonna, Coldplay e Joss Stone. Mas o show mais esperado da noite foi a reunião clássica do Pink Floyd, com todos integrantes.

Atualmente o Pink Floyd se apresenta com David Gilmour na guitarra e voz, Richard Wright nos teclados e Mick Mason na bateria. O baixista Roger Waters encerrou a banda no início dos anos 80. Os outros integrantes, liderados por David Gilmour, ganharam uma ação na justiça para utilizarem a marca Pink Floyd. A relação dos remanescentes com um de seus fundadores ficou estremecida e ninguém imagina que os quatro poderia se reunir novamente.

Roger Waters foi um dos fundadores originais da banda, juntamente com Richard Wright e Mick Mason. Naquela época a vaga de guitarrista e líder da banda pertencia a Syd Barret. Mas as viagens lisérgicas e a esquizofrenia em estágio inicial retiraram da vida musical o principal compositor do Pink Floyd. Syd Barret ditou os caminhos da banda nos dois primeiros álbuns.

Reza lenda que o guitarrista havia aprendido a tocar guitarra com um amigo próximo, o próprio David Gilmour. Por esta razão, Gilmour foi chamado para tocar com a banda e chegou a gravar o segundo álbum do Floyd, "A Sacerfull of Secrets". A partir do terceiro álbum, a banda não mais contava com a participação de Syd Barret, e a banda flertou com discos instrumentais.

A partir do álbum, "Dark Side of The Moon", Roger Water assumiu a frente da banda e impôs uma sucessão de discos conceituais. Após a ópera-rock "The Wall", a influencia de Waters na banda era tão grande, que ele expulsou Richard Wright do Floyd, e a banda gravou o disco "Final Cut", sem o tecladista original.

"Final Cut", foi um álbum fraco e encerrou as atividades do Pink Floyd. Roger Waters lançou uma carreira solo bem sucedida com o disco "Prós and Cons of Hichhicking", com participações do guitarrista Eric Clapton e do saxofonista Michael Kamen. David Gilmour também lançou um disco solo e reatou a parceria com os outros integrantes da banda, quando iniciaram um processo para utilizarem o nome Pink Floyd.

Pode-se dizer, então, que o Pink Floyd não se reunia com a formação clássica, desde o disco "The Wall". Mas no dia dois de julho do ano de 2005, Roger Waters, David Gilmour, Richard Wright e Mick Mason tocaram juntos novamente, depois de 25 anos.

2005 - PINK FLOYD – LIVE 8

1. Breathe
2. Money
3. Whish you were here
4. Confortably numb